Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Liliane Bubniak’ Category

Pois é pessoal, está chegando a hora de nossa apresentação, mas sinto dizer que acho que o Jack não estará 100% preparado!!
Nos dois últimos dias de treino, ele evolui bem, mas ainda não consegue pegar a bola sozinho e levá-la à cesta. Ainda precisa de ajuda!
Mas no último dia de treino, ele foi bem melhor. Me deu a impressão que agora ele "se tocou" ou associou, que ele só ganha o petisco quando a bola entra na cesta. Pois até então ele colocava por colocar (rsrsrs).
Eu estou triste, por ele ainda não estar tão á frente como os outros ratinhos, até mesmo, porque ele começou bem adiantado, mas esse é o processo…

Read Full Post »

Olá pessoal!!! Demorei mas não desisti do meu treinamento não, não apreci por aqui, pois o Jack estacionou…não evoluiu muito não.
Bem ele que começou super bem, mas como diz o ditado, ´"os últimos serão os primeiros"!!
Mas o Jack, de uns 2 dias de treinamento para cá, ele deu uma bela de uma evoluida. Até então, ele parecia desanimado, quando ele reagia ao treinamento, de repente ele parava e ficava mais quietinho no canto dele. Mas se formos analisar por comportamentos, e até mesmo pelos humanos, a maioria se comporta dessa forma. Tem dias que estamos bem e dias que não "prestamos pra nada"…rsrsrrs.
Mas um belo dia, o Prof Bruno, viu que o Jack estava no cantinho dele, e ocupou meu lugar de treinadora. Fiquei "passada"!! Foi uma mistura de sentimentos. Ao mesmo tempo fiquei triste, brava e feliz. O Jack respondeu ao treino e fez cestas!!!! Claro que não fez sozinho, mas ele respondeu aos "clikers" e colocava a bola na cesta. E tem mais: a cesta subiu do nivel do chão para o nível 2!!
Mas o mais engraçado e curioso, é que o Prof. Bruno fez coisas com o Jack, que eu particularmente achava que não deveria ser feito. Por exemplo: eu achava que a bola deveria ficar disponivel num lugar, de preferencia perto da cesta de inicio, e paradinha lá. Mas o professor, pegava a bola e colocava perto dele, colocava no focinho, cutuca com a bola. De início achei estranho, mas deu muito resultado.
No outro dia de treinamento, fiz a mesma coisa. Resultado: ele respondeu muito bem ao treino, e subi a cesta ao nível 3. Ele ainda não faz sozinho, mas já evoluiu e muito!
Ate então, eu também usava vários apetrechos para lidar com a bola e a comida. A comida ainda continuo dando com uma pinça, pois ele é o famoso "Mordedor". E a bola eu segurava com um palito, pois ele logo cheirava meu dedo e queria mordê-lo. Este palito já abandonei, o que pra mim foi muito mais prático ficar sem ele.
Jack também parece estar mais dócil, mas ainda não consigo pegá-lo com muita segurança.
Bom é isso…espero que ele evolua cada vez mais! E estamos aí…tentando e super ansiosos para ver eles jogando de verdade!!

Read Full Post »

Meu nome é Liliane, e sou a treinadora do Jack, meu wistar preferido (é o único).
Resolvi participar do grupo de jogos de Análise Experimental do Comportamento por curiosidade e também para me aprofundar melhor aos conceitos da Análise do Comportamento.
O primeiro dia foi de reunião , para nos familiarizarmos com o projeto do Prof. Hélder.
Também foi o dia da seleção dos futuros jogadores. Mais que depressa, procurei escolher o rato mais animado, dócil e sociável. O escolhido foi o Jack.
O segundo dia foi de interação. Me apresentei à ele, e como ele não me conhecia, pedi ao Prof. Hélder que o colocasse em meu colo.
Jack é um rato calmo, dócil, não faz bagunça, mas tem um problema sério (para mim pelo menos), ele é mordedor! Dentro de quatro dias de treinamento, ganhei seis mordidas, e guardo de lembrança as cicatrizes.
No terceiro dia começamos com as atividades. Jack já estava ambientado no local de treino. Começei a fazer as associações do "clicker" com a comida. Na verdade não sei se deu muito resultado, pois hora parecia que ele estava associando, mas hora parecia que ele ainda não havia associado o som à comida.
Mas o quarto dia foi de algumas conquistas. Jack pareceu associar melhor o som do "clicker" com a comida, e já interagia com a bola de basquete. Ele associou a bola com a comida, melhor do que com o próprio som do "clicker". Ele sabia que quando ele interagia com a bola, ele ganhava comida. O esquema foi de aproximações. Começar dele chegando perto da bola, depois quando ele mexia nela, dava-se o "clicker" e a comida. De repente ele já estava segurando a bola com os dentes e com as patas, e arrastando ela.
Hoje, dia 29/9/2011, o quinto dia de treinamento, não levei mordidas. Organizei o local de treinamento com uma caixa improvisada, com um buraco e a cesta de basquete colocada neste buraco. Preciso primeiramente treinar Jack para que ele arraste a bola em direção à cesta, que por enquanto se encontra na altura do chão. Quando ele aprender, vou começar a subir a cesta, e a partir disso tudo ficará mais fácil, pois Jack já estaria se tornando um jogador de verdade!
O dia de hoje não foi de muitos avanços. Jack parecia não estar com fome, ou o danadinho estava com preguiça.
Segue uma foto de Jack.

Read Full Post »